Rita@Cruzeiro nas Ilhas Gregas

Duração: 1 semana
Destinos: Veneza, Corfu, Santorini, Mykonos, Katakolon/Olimpia, Veneza
Deslocações: avião para Veneza, cruzeiro entre as ilhas, carro, moto 4 e autocarro (nas ilhas)
Alojamento: no navio do cruzeiro
Mês: Setembro

Sempre quis vistar a Grécia, mas uma vez que fica relativamene perto de Portugal/França não fazia parte da minha lista de prioridades. A minha lógica é que mais vale dar preferência a sítios mais remotos e ir deixando aquilo que fica próximo para mais tarde.
De qualquer forma e contrariando esta minha linha de pensamento, este ano decidimos passar uma semana na Grécia.
Como queriamos visitar várias ilhas e não estávamos com muita paciência para organizar todas as deslocações e alojamentos, contrariámos mais uma vez tudo aquilo em que acreditamos no que toca a viagens e optámos por fazer um cruzeiro.
Mais concretamente, esta opção da Norwegian Cruise Lines7-Day Eastern Mediterranean, Greek Isles  com saída de Veneza

Os pontos mais positivos em relação ao cruzeiro, foram sem dúvida o facto de que num preço único temos acesso a um nível de conforto bastante bom que contempla alojamento, alimentação, animação, actividades de entretenimento e transporte. De destacar que a comida é óptima e o pessoal de bordo está sempre disponível para atender todos os nossos pedidos.

Pontos negativos, a questão de ser muita gente que chega ao mesmo sítio ao mesmo tempo e de os turistas de cruzeiro serem vistos como um alvo para exploração em qualquer porto em que desembarquem.

TrafariaPraia{ Em Veneza como chegámos cedo e o navio só saía ao final do dia, vistámos o Cacilheiro Trafaria Praia, Pavilhão de Portugal na Bienal deste ano – obra de Joana Vasconcelos }

No primeiro porto de destino, Corfucomo ficámos poucas horas, comprámos um tour organizado pelo cruzeiro para garantir que visitávamos os pontos mais interessantes da ilha e regressávamos a tempo do embarque. O tour levou-nos ao Palácio de Aquiles (mandado construir pela famosa Sisi) e daí seguimos numa visita panorâmica da ilha onde vimos a igreja Panagia Vlaxerna, terminando com uma visita guiada pelas ruas do centro.
No final do tour, como não adorámos a experiência, acabámos por ficar no centro por nossa conta e visitámos o forte.

corfu3{ Igreja Panagia Vlaxerna }

Katakolon{ A vista do forte do nosso barco }

Na manhã seguinte chegámos a Santorini, possivelmente a ilha grega mais fotografada. Quem não tem como imagem da Grécia aquela foto ali de cima com as cupulas azuis?
Chegar a Santorini de barco, implica encontrar rapidamente uma maneira de chegar ao cimo da ilha, onde estão todas as vilas.

Há 4 hipóteses:
1) apanhar um barco para Oia e subir (julgo que) a pé lá chegados;
2) subir de teleférico (e ficar na fila);
3) subir de burro por um caminho de calçada rústica;
4) subir a pé pelo caminho dos burros;
Nós, como somos amigos dos animais e algo aventureiros decidimos subir a pé. Aviso que é uma adrenalina constante e que me imaginei várias vezes a ser atropelada ou a levar um coice. Felizmente, apesar do perigo constante e do calor, sobrevivi!
Chegádos ao cimo, alugámo um carro e foi assim que fomos conhecer a ilha.
Como a ilha é pequena e só há uma estrada principal, não há muito que enganar. As nossas paragens, além de Fira, foram, Pyrgos, Akrotiri e Oia

Oia, é como um presépio monte a baixo. As casinhas são lindas e pelo meio de cúpulas e janelinhas distinguem-se pequenos hoteis de charme com muita pinta.

Santorini1{ Os famosos burros de Santorini que levam os turistas (que assim o desejam) até ao cimo do monte onde está a vila de Fira }

Santorini2{ A segunda vila principal da ilha de Santorini, Oia }

Santorini3{ O nosso navio, Norwegian Jade visto de Ios ao pôr do Sol }

JADE{ Quando vos falo em muita gente a bordo, é a isto que me refiro :) }

A Mykonos, chegámos de manhã bem cedo, passeámos um pouco pela vila principal e alugámos uma moto 4 para passearmos pela ilha de forma um pouco mais radical e económica.
As nossas paragens incluiram: Super Paradise beach, o convento de Ano Mera e a praia de Kalafatis.
Mykonos{ As ruas estreitas de Mykonos onde as varandas de cada lado da rua quase chegam a tocar-se e um dos moinhos que marcam a linha de horizonte }

Olimpia{ Eu nas ruínas de Olimpia – berço dos jogos Olímpicos }

O nosso último porto  foi Katakolon onde apanhámos um autocarro directo para as ruinas de Olympia. Local muito interessante, não só por ser História ao vivo e a cores mas também porque os espaços museológicos estão bem organizados e as explicações são claras.

Santorini4{ Na Grécia há imensos gatos, este parecia que estava a pousar para as nossas fotos & o famoso iogurte grego, aqui na versão original que sempre quis experimentar e que confirmei ser ÓPTIMO!!! }

Gostei bastante da Grécia, o cruzeiro foi sem duvida uma experiência muito difente de todas as outras viagens que já fiz e acho que foi uma boa opção tendo em conta o nosso objectivo de viagem. Mas se um dia voltar à Grécia, será certamente num regime diferente.

Um comentário em “Rita@Cruzeiro nas Ilhas Gregas

Os comentários estão fechados.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo