“Les journées Mycologie 2014”

Gosto muito de cogumelos, de os comer, de os observar e até de os desenhar.
Na região de Toulouse há imensos cogumelos selvagens e nesta altura do ano, muita gente vai para o campo apanhá-los. São pessoas que já conhecem as diferentes espécies e que estão muito habituadas a fazer isto.
Alguns apanham apenas para consumo próprio e outros vendem nos diferentes mercados semanais que há em Toulouse e nos arredores. Eu, de tanto ouvir histórias de casos de intoxicação, só compro cogumelos selvagens nas grandes superficies.
Mas, como caçadora recolectora assumida, sempre achei muita piada a esta actividade e já tinha andado a ver livros e guias que ajudam a diferenciar os cogumelos inofensivos e comestíveis dos venenosos. Mas claro, em consciência, nunca me atreveria a embarcar nesta actividade sozinha só com um livro como orientação.
Ainda assim, esta ideia não me saía da cabeça, gostava mesmo de ir apanhar cogumelos, e por isso dediquei-me a investigar mais acerca desta actividade.
Foi assim que descobri que, um pouco por toda a França, há associações que organizam caminhadas para a apanha de cogumelos com guias e pessoas especializadas em micologia.
Aqui em Toulouse há até um centro (no hospital) onde, em caso de dúvida, podemos mandar analisar os cogumelos apanhados e li que algumas farmácias também fazem este tipo de teste. Portanto, a hipótese de me aventurar nesta actividade sem grandes riscos não era assim tão remota.
Descobri ontem que no próximo fim-de-semana há uma associação aqui da região que organiza as Jornadas da Micologia.
Sendo que do programa constam caminhadas de apanha de cogumelos (yeiiii), além de outras actividades à volta da temática.
Já estamos inscritos!
Agora só resta saber como é que eu, com esta barriga, vou conseguir baixar-me para apanhar seja o que for que esteja à altura do chão.

» Para os possíveis interessados, as inscrições fazem-se aqui.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo