O que comprar na Malásia: souvenirs para a família e amigos

Se forem como eu, quando visitam um país novo, também dedicam algum tempo a conhecer os produtos locais e a fazer umas compras para a família e amigos mais especiais.  Além dos clássicos ímans de frigorífico (quem não tem uma colecção?), há sempre souvenirs típicos de cada país que toda a gente gosta de receber ou de guardar para si. Podem ser coisas mais artesanais, as minhas preferidas, ou outras que, embora com menos exclusividade e menos óbvias, sejam mais baratas de adquirir nesse país.

E então, o que comprar na Malásia? Conto-vos tudo!

5 coisas menos óbvias a comprar na Malásia para oferecer como recordação

1. Tecidos tradicionais malaios

Sejam os tecidos pintados com a técnica batik ou os tecidos feitos em tear manual, há uma panóplia de opções a este nível. Como eu sou uma entusiasta da costura, gosto de comprar para oferecer, mas também para mim.

Os mais baratos são normalmente os batik de algodão. São pedaços de tecido normalmente usados para enrolar em volta da cintura e fazer sarongs – uma espécie de saia que faz parte do traje tradicional malaio. Estas peças têm dimensão suficiente para fazer uma toalha de mesa, mas também podem ser usados para vestidos, almofadas, kaftans, etc Tudo depende da habilidade de quem for costurar.
Os padrões dos batik são sempre muito vivos, com flores, ramagens e por vezes também animais. Há em todas as cores e com diferentes tipos de algodão. O difícil é escolher.

O melhor sítio para comprar tecidos é nos mercados de rua, mas o Central Market, local nr. 1 desta minha lista de sítios a ver em Kuala Lumpur, tem uma boa oferta e os preços, embora mais altos, não são despropositados.

 

2. Artesanato dos povos indígenas

Existem na Malásia várias lojas e associações que se dedicam a recolher artesanato junto dos povos indígenas que vivem na selva e a torná-los acessíveis ao público que de outra forma nunca os conseguiria comprar.

São das coisas que mais gosto de oferecer porque além de serem peças feitas com matérias-primas naturais, cheias de tradição e únicas, ajudam pessoas que realmente precisam. Uma das associações que faz este tipo de trabalho é a Gerai OA, da qual sou muito fã. O que Gerai OA faz é ir ter com os membros das tribos ao meio da selva, recolher os produtos que eles fazem, mas também levar bens de primeira necessidade doados por clientes e voluntários da associação. O preço das peças é definido em conjunto com o artesão que as realiza, as peças são identificadas com o seu nome e vendidas exactamente por esse valor. O valor completo das vendas é depois entregue a cada um conforme as peças vendidas.

Estes produtos, que vão desde as bolsinhas de pandan (uma planta selvagem), malas, pratos, peças de madeira e até tapetes, podem ser adquiridas em feiras e mercados pontuais (anunciados na página de Facebook da Gerai OA) ou em lojas como a da Tanoti Crafts, uma associação semelhante que opera em Kuching – na ilha do Bornéu.

 

3. Peças de Arte de artistas locais

Quando se fala de Arte temos tendência a pensar em produtos de preços exorbitantes, mas não tem que ser assim. A Malásia é muito rica em vários tipos de peças de Arte a preços acessíveis e é sobre essas que vos vou falar.

Por ser um país com influências de tantas culturas, é fácil encontramos obras de arte que reflectem isso mesmo. Eu tenho um fraquinho por tudo o que seja de influência chinesa, mas há opções para vários gostos. Desde pinturas, recortes, estampagens, peças de cerâmica e altos relevos, opções não faltam.

Malaca e George Town são as cidades onde encontrei as peças mais interessantes e a preços mais acessíveis. Ambas as cidades têm muitas lojinhas com trabalhos de artistas de diferentes áreas.

Em Kuala Lumpur, destaco o trabalho do Sakana Studio (do português João Melo e da francesa Manon Bouté), que faz estampagem com peixes e outras criaturas marinhas. O João é chef e, talvez por isso, viu nos seus materiais de trabalho um novo potencial. Em conjunto com a namorada, a Manon, usam peixes, polvos e outras criaturas marinhas como carimbos que estampam em papel de arroz e produzem trabalhos super originais como o da foto acima (preços a partir de 30€).

 

4. Produtos de papelaria Japoneses

Não sendo algo típico ou artesanal, o facto é que estes produtos se encontram aqui na Malásia com facilidade e a muito bom preço. E uma pessoa não vai deixar passar a oportunidade de comprar mais um caderninho, não é verdade?!

A minha loja preferida para fazer este tipo de compras é a Daiso, uma cadeia japonesa em que todos os produtos têm o mesmo preço: 1,5€ (mais ou menos). A verdade é que nestas lojas encontram de tudo, desde detergentes a pratos, luvas, capas de telemóvel e especialmente coisas que não sabiam que existiam e de repente já não sabem como viveram sem elas até então.

Mas a minha recomendação é para a secção de papelaria: cadernos, canetas, postais, envelopes, autocolantes, tintas, pequenos brinquedos, materiais para trabalhos manuais, papéis, acessórios de costura…na Daiso encontram isto tudo.

A minha perdição são os rolinhos de washi tape, os papeis de origami (na foto), os envelopes, as canetas de caligrafia e os materiais para fazer brincadeiras com a Inês.

Além da Daiso, também conseguem encontrar este tipo de produto na livraria Kinokuniya.

 

5. Cosmética Coreana

Os Coreanos têm uma obsessão com os cuidados da pele e, por isso, têm uma industria cosmética muito desenvolvida e produtos de grande qualidade. Ainda que não seja típico daqui, recomendo-vos esta compra já que há muita oferta na Malásia e os preços, mesmo sendo mais altos que na Coreia, são convidativos.

A minha perdição são as máscaras, os packs (cremes espessos, com diferentes funções, para colocar na cara antes de dormir) e os produtos de limpeza do rosto. Mas também me perco com uma embalagem original e acabo muitas vezes a comprar este ou aquele produto só porque é muito fofinho (na foto um exemplo disso – a  linha Tako Pore). Não façam isto…ou façam, quem receber estes presentes vai adorar.

As marcas onde mais compro são a Tony Moly, a Ineesfree e a The Face Shop. Encontram-nas em todos os centros comerciais de Kuala Lumpur e da Malásia, em geral. E os meus produtos favoritos são a Innisfree Sea Salt Jelly Cleanser, uma geleia de limpeza com sal de mar, o Innisfree Apple Seed Cleansing Oil, um óleo de limpeza e a Tony Moly Tako Pore Bubble Pore Pack, uma máscara de limpeza que se transforma em espuma e deixa a pele muito suave.

 

Espero que levem daqui boas ideias e…boas compras!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo