Doce de abóbora

Apesar de aqui em Toulouse o tempo ainda estar maravilhoso, com temperaturas na ordem dos 29/30ºC, o certo é que o calendário diz que estamos já bem avançados em Outubro e, consequentemente, no Outono e não no Verão (como parece).
No supermercado, começam  já a ver-se castanhas, marmelos, uvas, abóboras e todas essas iguarias, próprias desta época.
Mas não há doce de abóbora! Uma grande falha.
Como aqui em casa, tanto eu como o Pedro gostamos muito, hoje, e apesar de nunca ter feito doce de abóbora, decidi por mãos à obra e arriscar.
Como já tinha feito anteriormente doce de courgette (que pelo que consta, é também ela da família da abóbora), segui a mesma receita (que podem ver em detalhe aqui).
Em resumo muito resumido: abóbora, 1/3 do peso da abóbora de açúcar amarelo, paus de canela, casca de limão. Depois de cozer, ser passado com a varinha mágica e arrefecer, juntam-se nozes em pedaços ao doce e coloca-se nos frascos.
E doce de abóbora vai mesmo bem a acompanhar o quê? Requeijão!
Felizmente, em França, queijo é coisa que não falta, nas suas mais variadas formas. E portanto, apesar de termos demorado a acertar, finalmente encontrámos requeijão do bom. E é com ele que vamos consumir o nosso doce de abóbora.
pumpkin jam_2Até pode estar Verão lá fora, mas se o calendário diz que é Outono, havemos de aproveitar as coisas boas dessa estação. Na loucura, este fim-de-semana faço um magusto :)

Um comentário em “Doce de abóbora

Os comentários estão fechados.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo